quarta-feira, 16 de junho de 2010

enquanto ainda vivo


Não quero choro nem velas
Nem a terrível cantilena
De excelência ou altar

Nem coroas gigantes
Comoção estasiante
Quando dessa eu passar

Nem buques de brancos lírios
Não adianta preparar

Se tiverem de me mostrar
Que me amam, mostre agora
Enquanto ainda vivo...
pra eu poder desfrutar

Anna k

Nenhum comentário:

Postar um comentário