sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Paloma


Minha neta Paloma
foto pessoal


Amor palavra sagrada
 Mas fácil de definir
Amor é o que sentes por mim
Amor é o que sinto por ti
Quando criança não imaginava
 De ver tanta criança amada
 Como ramos de oliveira
 Em volta da minha mesa
Cresci só e vivi só ...
Ate certo ponto porém...
Quando me nasceram os filhos
Fui feliz como ninguém
Agora com meus renovos
 Dos ramos que acolhi
São netos da minha alma
Só por isso estou aqui
Apresento-te essa fadinha
 Mais parece uma princesa
Seu nome e Paloma
Pombinha de rara beleza
Ela é um dos renovos
 Dos ramos de oliveira
Criança linda e feliz
Que me alegra com certeza
Tem nos olhos o azul
 De um céu cor de anil
Na meiguice, na faceirice
Menina  rosa do mês de abril
Uma das minhas fortalezas
Feita de realeza


Minha neta Paloma
Amor de minha vida


Anna Karenina

Um comentário:

  1. Linda neta, Anna.
    Parabéns pela neta e pelo belo poema.
    Bjs no coração.

    ResponderExcluir